Exames e
procedimentos

Agende sua consulta
61 3532-1434

Avaliação Cinemática 2D

Método sem cirurgia para joelhos e quadris é a grande inovação nos tratamentos

O protocolo exclusivo foi formulado pelo Instituto Trata – Joelho e Quadril, que investeno tratamento não-invasivopara lesões ortopédicas dos membros inferiores, basicamente, joelho e quadril, existem os planos A e B para o tratamento: a cirurgia consiste no plano B, enquanto a assistência conservadora é o primeiro plano que jamais deve ser ignorado. “A opção pelo processo cirúrgico deve ocorrer somente se as tentativas anteriores com bons profissionais de fisioterapia não erradicarem os sintomas da lesão”, orienta o especialista.

    O grande diferencial do Instituto TRATA é a personalização do tratamento aos mais diferentes públicos:
  • O “atleta de final de semana” que possui lesões ligadas à prática de esporte amador, sem muito cuidado com o preparo físico;
  • Atletas de alto rendimento em casos como: lesões por sobrecarga, traumáticas ou tendinopatias;
  • Pessoas sedentárias que fazem pequenas atividades e acabam sendo afetadas;
  • Idosos com quadros degenerativos, com artrose no joelho ou quadril, mas que não querem operar, e buscam um tratamento conservador;
  • Pessoas com síndrome miofascial, fibromialgia, dor muscular, fadiga ou cãibras.

“O grande diferencial do Instituto TRATA é a personalização do tratamento aos mais diferentes públicos”.

O tratamento em etapas

    A garantia de resultados eficazes reflete os procedimentos adotados pela equipe:
  • O paciente é submetido a uma avaliação clínica detalhada, feita por um especialista da equipe. É este primeiro passo que viabiliza um direcionamento específico ao tratamento, de acordo com o quadro particular de cada paciente.
  • A seguir, o paciente é levado a uma avaliação cinemática dos movimentos do corpo. A finalidade é analisar como os ossos e os músculos estão organizados na reação à gravidade e às forças atuantes no corpo humano. Para isso, o Instituto utiliza um software internacional com sistema em 2D, cuja tecnologia avançada permite detectar quaisquer alterações na força ou funcionalidade das estruturas que acabam levando a um quadro inflamatório ou doloroso, por exemplo. Assimetrias, padrões motores, lesões associadas, quais estruturas devem ser trabalhadas são alguns pontos a serem avaliados durante esta etapa.
  • O último passo consiste na aplicação do protocolo de atendimento das lesões dos membros inferiores, formulado pela rede e baseado em referências científicas. O foco se concentra no alinhamento biomecânico dos membros inferiores com o objetivo final de melhora do quadro do paciente e de uma maior qualidade de vida.

Confira a lista completa de convênios atendidos




Aceitamos os principais convênios, caso o seu convênio não esteja em nossa lista, entre em contato com a nossa central de atendimento que temos condições especiais para você.

61 3532-1434